[Modelo 3D] Modelos para ajudar a calibrar sua impressora 3D

Calibrar a impressora é com certeza um dos maiores desafios de todo maker. Iniciante ou avançado, passamos por esse desafio constantemente. Abaixo sugerimos alguns modelos que vão te auxiliar nesse processo.

3DBenchy

O 3DBenchy é um modelo de computador 3D projetado especificamente para testar a precisão e os recursos das impressoras 3D.

Ele é descrito por seu criador, a Creative Tools, como “o alegre teste de tortura para impressão 3D” e foi lançado em abril de 2015.

Tem sido uma das melhores ferramentas do mercado para calibração das Impressoras 3D.

Download:
1 – Server R3DY

Cubo XYZ

O cubo XYZ tem como objetivo calibrar os eixos X, Y e Z. Através dele é possível medir as dimensões originais e impressas, assim você consegue verificar se há algum eixo onde o Motor de Passo não está regulado corretamente.

 

Download:
1 – Server R3DY

 

Após a impressão, se as dimensões impressas não coincidirem com as originais, você deverá regular um parâmetro no fatiador chamado de “Passos por milímetro” (Steps per mm) do respectivo eixo.

Cálculo a ser feito:
A = Dimensão original (do modelo 3D)
B = Dimensão impressa
C = Parâmetro atual “Passos por milímetro” (Steps per mm)

Caso A esteja diferente de B, você deverá alterar o valor de C para o seguinte valor:
Novo Valor= (A/B) x C

Torre de Temperatura

A torre de temperatura é uma ótima maneira para calibrar a sua impressora, definindo o intervalo de temperatura correto para o filamento a ser impresso. Além disso, a torre de temperatura irá te possibilitar um melhor overhang, bridge e menos stringing em suas impressões.

Download:
1 – Server R3DY

Para que a torre altere automaticamente a temperatura, deverá editar no slicer o campo de g-code customizado “Before layer change G-CODE” da forma a seguir.

XX.X = Altura de camada até onde a temperatura será mantida. (Exemplo: Inserir 9.6 equivale à 9,6mm)

YYY = Temperatura do nozzle. (Exemplo: Inserir 200 equivale à 200ºC)

{if layer_z <= XX.X}M104 SYYY

{elsif layer_z <= XX.X}M104 SYYY

{elsif layer_z <= XX.X}M104 SYYY

{elsif layer_z <= XX.X}M104 SYYY

{elsif layer_z <= XX.X}M104 SYYY

{elsif layer_z <= XX.X}M104 SYYY

{elsif layer_z <= XX.X}M104 SYYY

{elsif layer_z <= XX.X}M104 SYYY

{elsif layer_z <= XX.X}M104 SYYY

{endif}

Teste de Retração

O teste de retração tem objetivo de diminuir a quantidade de stringing (ou no bom português “fiapos”) que saem do Hotend durante uma impressão. Esses fiapos acabam sendo gerados devido à pressão do filamento sob uma temperatura exercida pelo extrusor, causando assim que ele saia através do bico sem que o Gcode comande para tal.

Download:
1 – Server R3DY

A retração funciona então para evitar o acumulo de material indesejado quando o bico para de extrusar, ou seja, o motor de extrusão gira de forma oposta e “puxa” o filamento, causando assim uma retração do mesmo.

Existem uma série de parâmetros nos fatiadores voltados para configurar a retração e os principais são:

Distância de retração (Retraction Distance): Define o quanto o extrusor vai “puxar” de filamento.
Velocidade de retração (Retraction Speed): Define a velocidade que o extrusor irá “puxar”.
Temperatura: O parâmetro principal da impressora, influencia também na retração pois uma temperatura acima do necessário causa uma fluidez maior no filamento e consequentemente maior número de fiapos. Devido a isso é necessário utilizar a torre de temperatura e optar por temperaturas mínimas que garantem a qualidade da impressão.

Como deve ser realizado o processo de calibração da retração:

1. Determinar a temperatura ideal do filamento através da torre de temperatura.
2. Fixa a velocidade de retração e alterar a distância de retração, aumentar 0,5mm a cada impressão. Dessa forma poderá ser verificado a distância exata que causa menor stringing.
3. Após distância definida e fixada, deverá ser feito o mesmo procedimento para a velocidade.

Existem uma série de parâmetros além dos principais acima mencionados. Um exemplo é o Z Hop (Deslocamento do eixo Z quando uma retração ocorre) que quando diminuído ou até zerado, pode melhorar bastante na qualidade da retração porém com um risco do bico colidir com o que está imprimindo ao se deslocar pela mesa.

Observações:
– Antes de realizar o teste, pesquise com as fabricantes os limites que elas recomendam para estes parâmetros. Por exemplo, impressoras com extrusor do tipo “bowden” devem ter um Retraction Distance muito maior que impressoras com extrusor do tipo direto.
– Uma retração má configurada pode acarretar em outros problemas como entupimento do bico (devido à um número muito alto de retrações, velocidade e até distâncias de retração).

Deixe uma resposta

Abrir Whatsapp
Precisa de ajuda???